Médica especialista em Cirurgia Vascular que atua no tratamento de varizes e vasinhos com os métodos mais modernos, inclusive aplicação de espuma e procedimentos com laser. Os tratamentos são programados de forma a atingir os melhores e mais rápidos resultados estéticos, com mínimo desconforto.
Como tratar a Úlcera Venosa?

Como tratar a Úlcera Venosa?

úlceras varicosas ou venosas, são feridas ocasionadas por problemas na circulação venosa nos membros inferiores, correspondendo a 80% das feridas que acometem perna e pés.

Uma avaliação detalhada do sistema venoso profundo e superficial, realizada pela ultrassonografia é um dos primeiros passos para o tratamento das Úlceras Varicosas. Para que o tratamento seja um sucesso é preciso tratar a raiz do problema.

No consultório, vejo muitos pacientes que estão há anos convivendo com feridas nas pernas, gastando muito dinheiro em curativos sofisticados, porém sem diagnóstico adequado do sistema venoso e, por isso, sem tratamento adequado.

Entre as técnicas para o tratamento da Úlcera Varicosa, estão:

– Espuma densa
– Endolaser

Mas será que só isso resolve? Evidentemente não. Mas é o início de um tratamento que costuma ser longo e que deve ser levado muito a sério.

Qual a vantagem de tratar as varizes com Espuma?

Qual a vantagem de tratar as varizes com Espuma?

A técnica de espuma é altamente eficaz para tratar vasinhos e varizes volumosas.

A espuma atinge veias onde o bisturi não alcança. Por isso, essa técnica é uma das mais eficazes e na maioria dos casos elimina a necessidade de realizar cirurgia.

Uma das vantagens do tratamento com espuma é que não é necessário cortes e nem repouso, o paciente pode voltar às suas atividades normais em poucos minutos.

Recentemente, chegaram ao Brasil cateteres que tornam os procedimentos com espuma ainda mais eficazes para as veias de maior calibre, como as safenas. Assim, a eficiência do tratatamento com espuma vai se aproximando daquela das cirurgias. Isso torna a técnica especialmente interessante para pacientes idosos e que não podem ser submetidos a anestesia, por exemplo.

Praticar exercícios previne o surgimento de varizes?

Praticar exercícios previne o surgimento de varizes?

Essa crença é amplamente disseminada! Muitos pacientes que praticam esportes ficam indignados quando percebem que tem varizes. Como se fazer exercícios fosse “vacina”contra varizes. Mas não é.

As veias fazem o retorno do sangue sem oxigênio para o coração. Para que esse fluxo aconteça, é necessário ter veias saudáveis e um bom bombeamento realizado pela atividade muscular e respiração.

O aparecimento de varizes está muito ligado ao fator genético, fatores hormonais, idade e estilo de vida.

Os exercícios não previnem o surgimento de varizes. Aliás, para quem tem varizes, exercícios mal executados podem até piorar o problema.

As varizes são veias dilatadas que perderam sua função normal. Ao invés do fluxo seguir de volta ao coração, acontece o contrário: ele desce, “acumulando” nas pernas, fenômeno conhecido como refluxo, que muitos chamam de “má circulação”.

Essa “má circulação” provocada pelas varizes pode ser de certa forma amenizada reforçando o funcionamento da “bomba muscular”.

Dessa forma, a prática de atividades físicas vai estimular o sistema circulatório e também ajudar a reduzir a dor e inchaço nas pernas de quem têm a doença.

Dentre as opções de esportes mais indicados estão: caminhada, ciclismo, natação, hidroginástica e pilates, porque não têm impacto. E a musculação? Se executada de forma adequada, sem exageros de carga, também está liberada.

Então fica a dica: exercícios não previnem varizes, mas amenizam os sintomas

Por que as varizes voltam?

Por que as varizes voltam?

Sim, é verdade, em casos ESPECÍFICOS as varizes podem voltar, nós chamamos de varizes recidivadas.

Existem duas situações bem distintas:

Primeiro é o caso que pode acontecer em quem tem casos da doença na família.

Ou seja, essa pessoa pode tratar e resolver suas veias doentes hoje e depois de um tempo ter que se submeter a novos tratamentos, para tratar veias que antes eram saudáveis. Importante salientar que não se tratam das mesmas veias já tratadas, mas sim de veias que eram saudáveis na época do primeiro tratamento e que se tornaram doentes com o passar do tempo.

O segundo caso são os tratamentos incompletos. Faz somente aplicação de vasinhos sem eliminar a causa. Faz cirurgia e o profissional não consegue eliminar tudo, deixando veias doentes que vão perpetuar o problema. É o “serviço feito pela metade”. Infelizmente esses casos são muito comuns.

Em todos os casos, uma avaliação minuciosa é fundamental. Realizamos o estudo com Ultrassom Doppler e com as novas tecnologias e as novas formas de tratamento é possível eliminar QUALQUER TIPO DE VEIA DOENTE com sucesso e reduzir muito as recidivas.

É importante ressaltar que quanto antes a doença for tratada, maiores as chances de sucesso no tratamento. A prevenção também é essencial.

O que pode ser feito para retardar o aparecimento de novas varizes?
– Praticar exercícios físicos regularmente
– Manter o peso
– Evitar ficar muito tempo em pé ou sentado na mesma posição

Vale lembrar que é essencial fazer o acompanhamento com um cirurgião vascular de sua confiança, para evitar/reduzir o aparecimento de novas veias dilatadas.

Como você pode se preparar para a sessão de Laser para vasinhos?

Como você pode se preparar para a sessão de Laser para vasinhos?

Então você consultou seu cirurgião vascular e foi recomendado o tratamento com laser.

Quais são as medidas importantes para se preparar para o procedimento?

É muito importante manter a pele hidratada: use bons cremes e lembre de usá-lo diariamente.

Proteja a pele da exposição do sol: a pele brozeada é uma pele inflamada, pois o Sol provoca uma agressão. Assim, você deve proteger a pele a ser tratada da exposição solar.

Evite outros tratamentos abrasivos o fototérmicos (laser, luz pulsada, …) por 2 semanas antes e depois do procediemento.

Dra. Ana Carolina Costa – Cirurgiã Vascular

Bom procedimento!

Maquiagem para disfarçar os vasinhos do rosto?

Maquiagem para disfarçar os vasinhos do rosto?

Muitas pacientes que me procuram relatam desconforto com vasinhos na face e lançam mão de muita maquiagem para escondê-las. Isso pode ser uma possibilidade durante um tempo. Mas a verdade é que até a maquiagem alcançará um limite para algumas veias dilatadas inestéticas da face…

Sim! Sinto ser eu a informar isso, mas aquelas veias na testa e têmporas (ali entre os olhos e as orelhas) que tendem a ficar bem visíveis e dilatadas com o tempo, teimarão em aparecer em todas as suas fotos, mesmo com uma excelente maquiagem…

E se você, assim como eu, se sente incomodada com o aspecto mais envelhecida que elas conferem ao seu rosto, agora eu serei a portadora de boas notícias!

Elas têm tratamento! E ele pode ser feito no consultório de maneira super tranquila e segura com o uso do Laser Transdérmico vascular!

Usamos uma malha para compressão local por 24 horas e é importante proteger a região tratada do sol. Geralmente o resultado final é atingido em 4 a 5 sesões.

5 Alimentos que Ajudam a sua Circulação

5 Alimentos que Ajudam a sua Circulação

Nossa alimentação é parte essencial dos cuidados e prevenção da saúde vascular!

Afinal, “somos o que comemos”? Certamente, em partes, sim!😉

Aqui está uma lista de mais 5 alimentos amigos da circulação para você englobar no seu dia a dia alimentar, e assim melhorar o presente e futuro da sua circulação!

TOMATE:

Rico em um carotenóie chamado Licopeno, um antioxidante que atua como um excelente anti-inflamatório da circulação.

ACEROLA:

Rico em vitamina C, poderoso antioxidante e anti-inflamatório que ajuda a fortalecer e a relaxar os vasos sanguíneos, melhorando sua elasticidade.

SARDINHA:

Peixe rico em Ômega 3, promove a vasodilatação, exerce efeito anti-inflamatório e anti-trombótico, melhorando a circulação (mas não vale fazer FRITO, hein?)

NOZES:

Também rica em Ômega 3 e magnésio. São ótimas para a circulação, ajudando a controlar a pressão arterial e formação de placas de gordura nos vasos.

CÚRCUMA:

Bom tempero para o dia-a-dia, com poder antioxidante, ajuda a melhora a resistência dos vasos sanguíneos.

Me conta aqui qual desses você já ama, e qual vai tentar incorporar na sua rotina!

Quem tem varizes pode usar salto?

Quem tem varizes pode usar salto?

salto alto e varizesEstou sempre comentando com vcs no meu perfil do Intagram (@dra_anacarolina) sobre os tipos de salto que eu uso, se são bons ou não pra circulação, de acordo com pesquisas científicas.

Nem sempre a gente é obrigada a fazer a “coisa certa”, não é mesmo? Mas, como o meu pai sempre diz: “Saber não ocupa espaço” Então é bom saber o que é certo, ainda que seja pra termos consciência de quantos erros estamos comentendo…

Então, por que o Salto Alto é ruim pra circulação? Porque ele trava e encurta a musculatura da panturrilha, o que prejudica o seu funcionamento, que é muito importante pra circulação.

Eu sei que eles são lindos, mas é melhor escolher outras alternativas de sapatos no seu dia-a-dia e deixar esses modelos para as festas, ok?

E qual o melhor tipo de salto?

Saltos grossos, estáveis, entre 3 e 7cm. Não se esqueça do bico largo, para torná-lo mais confortável também.
Agora me conte: qual tipo de sapato vc mais gosta?

Você deve tratar os vasinhos mesmo que eles não te incomodem, sim!

Você deve tratar os vasinhos mesmo que eles não te incomodem, sim!

Apesar de muitos acharem que os vasinhos são apenas uma questão estética, a verdade é que os eles são os primeiros indícios da doença venosa. 

Dra. Ana Carolina Costa - Cirurgiã Vascular

Dra. Ana Carolina Costa – Cirurgiã Vascular

 

Então, ao menos uma avaliação vascular deve ser feita sim!

Quando esses vasinhos surgem, é um sinal que há alguma falha no sistema de drenagem do sangue da perna que estimulou o aparecimento deles…

Como toda doença crônica, o melhor é sempre cuidar dela desde o início!

Além disso, nos fases mais iniciais, temos mais e melhores opções de tratamento, os resultados são mais eficientes e duradouros.

Como se isso não bastasse, dessa maneira conseguimos manter a doença sempre sob controle e o melhor de tudo: Você fica em paz com a aparência das suas pernas!✨

E suas pernas, como andam, lisinhas e belas, ou cheias de vasinhos? Vamos conversar?!

 

Tratamento de Varizes com Espuma

Tratamento de Varizes com Espuma

Preparo da espuma para aplicação

Preparo da espuma para aplicação

Recentemente foi veiculada na imprensa uma reportagem excelente sobre o uso da Espuma no tratamento de varizes. Entretanto, como toda publicação da imprensa leiga, muitas informações importantes não foram esclarecidas de forma adequada. A principal delas é a real indicação do tratamento com espuma densa. Muitos pacientes ficaram sob a impressão de que o tratamento com espuma é uma opção para qualquer paciente com indicação de cirurgia de varizes, o que não é verdade.

Embora seja uma técnica importante, a espuma segue hoje como a segunda opção ao tratamento das varizes. Para a insuficiência de safena, a primeira opção é a técnica de ablação com laser (cirurgia a laser) e, para as microvarizes (aquelas veias esverdeadas), a miniflebectomia (microcirurgia) permanece a melhor opção.

O uso da espuma densa é uma opção valiosa no tratamento de pacientes com contra-indicação ao procedimento cirúrgico em virtude de doenças cardiológicas, por exemplo; com múltiplas cirurgias de varizes anteriores e veias tão tortuosas que seria muito difícil trata-los com laser; para aqueles pacientes que não desejam se submeter à cirurgia; ou quando o tratamento em grande número de pacientes é necessário num sistema de acesso tão difícil quando o nosso SUS.

Assim, a escolha do método ideal envolve a avaliação de diversas variáveis além da própria vontade do paciente, que deve ser sempre respeitada, desde que adequadamente esclarecido sobre potenciais resultados e complicações de todas as técnicas disponíveis.

Consulte sempre um Cirurgião Vascular.

Boa sorte!